25 de fev de 2016

V Mostra Pajé de Filmes Indígenas


A V Mostra Pajé de Filmes Indígenas se realizará no Sesc Palladium, em Belo Horizonte, de 19 a 24 de abril de 2016.

A V MPFI exibirá em sua programação 46 filmes dos mais variados temas, gêneros, estilos e tempo de duração. São produções de autoria estritamente indígena, ou de diretores que, não indígenas, tenham se inspirado na cultura e/ou realidade destes povos. São produções de vários estados do Brasil e de outros países.

De terça a domingo, haverá 24 sessões: quatro por dia. Às 10, 14, 17 e 20 horas.

A V Mostra Pajé se compõe de três eixos temáticos principais: Mostra Geral, Animações Indígenas e Retrospectiva Isael Maxakali.

Mostra Geral
Contará com filmes de curta, média e longa-metragens, de temáticas variadas. Filmes brasileiros e de outros países como Chile, México e Estados Unidos.

Animações Indígenas
É um eixo totalmente dedicado aos “desenhos animados” indígenas. Fazendo uso de várias técnicas e estilos, 15 animações de temática indígena conduzirão os espectadores pelo universo das imagens em produções oriundas de países como Argentina, Chile, México, Canadá, Bélgica e Rússia.

Retrospectiva Isael Maxakali
A Retrospectiva Isael Maxakali traz 7 filmes de autoria de Isael Maxakali, cineasta representante do povo Maxakali ou Tikmû’ûn. Atualmente os Maxakali contam com aproximadamente 2000 pessoas que vivem em quatro territórios no estado de Minas Gerais. Falam sua língua ancestral, o Maxakali. E praticam sua religião baseada nos espíritos yãmîy. Isael, que é graduado pela UFMG em Educação Intercultural Indígena, é professor em sua Aldeia Verde, localizada no município de Ladainha. Foi durante o curso na Universidade que Isael teve aulas de vídeo e começou a produzir seus filmes. Em 2008 ajudou a formar a Pajé Filmes. Desde então, intensificou a sua produção audiovisual, tendo se tornado provavelmente o cineasta indígena mais prolífico de Minas Gerais.
O eixo Retrospectiva Isael Maxakali da V MPFI abrange a sua produção desde 2007 com seu primeiro filme, Tatakox, até as últimas obras, de 2015. Faz parte também desta Retrospectiva a estreia da primeira animação de Isael, Konãgxeka: o dilúvio maxakali. Aprovado no Edital Filme em Minas 2015, Konãgxeka é mais uma realização da Pajé Filmes.

A V Mostra Pajé de Filmes Indígenas é uma realização da Pajé Filmes, com apoio do Sesc Palladium, da Escola de Design da UEMG, do Museu do Índio e da Associação Filmes de Quintal.

Coordenação Geral
Charles Bicalho

Curadoria
Charles Bicalho
Elizângela Maxakali
Isael Maxakali
Jackson Abacatu
Marcos Henrique Coelho
Sueli Maxakali

Produção
Charles Bicalho
Cláudia Alves
Jackson Abacatu
Marcos Henrique Coelho

Arte gráfica
Jackson Abacatu

Realização
Pajé Filmes

Apoio
Associação Filmes de Quintal
Escola de Design da UEMG
Museu do Índio
Sesc Palladium

Agradecimentos
Aldeia Verde Maxakali, Associação Filmes de Quintal, Axel Beff, Asehs Studio, Astrolab Motion, Benjamin López Moure (Fluorfilms), Carolina Canguçu, Carla Italiano, Claudia Miranda, DIBAM – Dirección de Bibliotecas, Archivos y Museos de Chile, Escola de Design da UEMG, Elizabeth Lameman, Fluorfilms, Federico Badía, Grabriel Retes, Gabriela Badillo, Hector Errázuriz, Jorge Carmona, Junia Torres, Luis Marco (Astrolab Motion), Marcelo David Moreira (Sesc Pallaium), María Pía Manquemilla, Métis Elizabeth Aileen LaPensée, Museu Chileno de Arte Precolombino, Povo Mapuche, Sebastián Pinto, Vladimir Pekar.

Belo Horizonte, abril de 2016.

E-mail: pajefilmes@gmail.com
Blog: http://paje-filmes.blogspot.com.br
Facebook: Pajé Filmes

Nenhum comentário: