23 de nov de 2009

Eisenstein: a existência dupla simultânea de duas imagens e os Bororo

"Não importa quão estranho e incomum isto possa parecer, é porém possível citar, a partir da prática artística, várias instâncias que soariam iguais, quase palavra por palavra, à idéia dos Bororo sobre a existência dupla simultânea de duas imagens completamente isoladas e diferentes e, porém, reais."
(Eisenstein, "A forma do filme: novos problemas" - A forma do filme)